Prêmio Poesia

Prêmio “Bernardo de Oliveira Martins” - Melhor Poesia

O prêmio foi criado em 1997. É uma homenagem a um dos ilustres membros da SOBRAMES-SP, o médico e poeta Dr. Bernardo de Oliveira Martins. Ele nasceu em 13.03.1919, na cidade da Lapa, no Paraná. Foi médico ginecologista e também Mestre em Saúde Pública. Ingressou na SOBRAMES-SP em 1991 e sempre teve grande destaque com seus textos poéticos. Faleceu em 10.07.1997, ano em que foi criado o "Premio Bernardo de Oliveira Martins", do qual participam todas as poesias apresentadas durante as Pizzas Literárias no período de um ano.

Adquira o livro "Os Premiados - Prêmio Bernardo de Oliveira Martins"

Detalhes do livro:
216 páginas em papel pólen / Tamanho 14,0 x 21,0 cm
Capa colorida com orelhas 
Editora: Rumo Editorial / ISBN 978-85-60380-59-6
Organizador: Marcos Gimenes Salun
Prefácio: Josyanne Rita de Arruda Franco
****
Conteúdo:
CAP.1 - A íntegra de todos os textos literários premiados; 
CAP.2 - Uma pequena biografia dos 18 autores premiados, com foto; 
CAP.3 - Ficha técnica das 19 edições já realizadas, indicando os vencedores de cada concurso, nome dos jurados, quantidade de textos participantes, tabelas, etc.; 
CAP.4 - Pequena biografia (ilustrada) do patrono do prêmio, Dr. Bernardo de Oliveira Martins; 
CAP.5 - Breve histórico e regulamento do concurso.

Compre aqui (clique):

REGULAMENTO
1. O Prêmio "Bernardo de Oliveira Martins" é instituído anualmente pela Sociedade Brasileira de Médicos Escritores (SOBRAMES-SP), Regional do Estado de São Paulo, para "A Melhor Poesia do Ano".
            2. Podem participar todos os membros da SOBRAMES-SP quites com a Tesouraria no ano de premiação.
            3. Participam tão-somente as poesias apresentadas mensalmente nas reuniões denominadas "Pizzas Literárias" da SOBRAMES-SP, do mês de novembro do ano anterior até a do mês de outubro do ano de premiação, e cujas cópias sejam entregues para eventual publicação no informativo "O Bandeirante" e em seu Suplemento Literário.
            4. As poesias apresentadas nas "Pizzas Literárias", mas cujas cópias não sejam entregues aos organizadores do concurso, não concorrem ao prêmio.
5. Os trabalhos em poesia poderão ter qualquer estilo e poderão versar sobre qualquer tema. Os trabalhos apresentados que não atenderem a este requisito não poderão participar do concurso, ainda que apresentados nas Pizzas Literárias e ainda que suas cópias tenham sido entregues aos organizadores. Somente serão consideradas apresentações de trabalhos cujos autores estejam presentes na reunião da "Pizza Literária", ainda que apresentadas oralmente por terceiros.
            6. A escolha de A Melhor Poesia do Ano será feita anualmente  por três jurados convidados, dentre os associados das demais regionais da SOBRAMES, e mais um jurado especialmente convidado, a critério da Diretoria, da seguinte forma:
            a)  o melhor trabalho em poesia será escolhido pela apuração dos votos dos jurados, que os enviarão para a Sede da SOBRAMES-SP pelo correio, em envelope padrão, previamente recebido pelo mesmo, onde escolherão dentre os participantes, os 10 (dez) trabalhos que mais tenham apreciado, colocando-os em ordem sequencial de preferência na ficha de votação;
            b)      serão atribuídos 10 pontos para o primeiro trabalho da lista, 9 pontos para o segundo, 8 pontos para o terceiro, e assim sucessivamente, atribuindo-se ao último trabalho da lista 1 ponto;
            c)      a soma dos pontos de todos os votos dos jurados indicará o (s) vencedores;
            d)      no caso de empate, será feita nova votação secreta apenas com as poesias empatadas, durante a reunião de Diretoria em que estiver sendo feita a apuração do prêmio;
            e)      persistindo o empate, o Presidente da SOBRAMES-SP ou seu substituto legal atuará com voto de minerva;
            f)       somente a poesia vencedora receberá como prêmio a medalha com o título "Premio Bernardo de Oliveira Martins", cabendo às poesias classificadas em segundo e terceiro lugares um diploma alusivo à classificação naquele concurso. A decisão dos jurados é irrevogável e irrecorrível.
                  7. A premiação ocorrerá durante a reunião da "Pizza Li/terária" de dezembro de cada ano e consistirá de medalha, diploma e pequena biografia de Bernardo de Oliveira Martins, para a poesia vencedora, e de diplomas de Menção Honrosa às poesias classificadas em segundo e terceiros lugares. O vencedor e os demais classificados serão avisados com antecedência, para garantir seu comparecimento para receberem o prêmio a que fizerem juz.

PREMIADOS

1º Concurso – Ano da premiação: 1998
Vencedor: Edson Batista de Lima – “Garoto de Programa”
Não foram atribuídas menções honrosas

2º Concurso – Ano da premiação: 1999
Vencedor: Aldo Miletto – “Quando a Gente Colhe a Rosa"
Não foram atribuídas menções honrosas

3º Concurso – Ano da premiação: 2000
Vencedor: Roberto Caetano Miraglia – “Lamento Africano”
Não foram atribuídas menções honrosas

4º Concurso – Ano da premiação: 2001
Vencedor: José Rodrigues Louzã – “Soneto Triste”
Menção Honrosa: Jacyra da Costa Funfas – “O Dia”
Menção Honrosa: Josyanne R.A.Franco – “Obrigado Doutor”

5º Concurso – Ano da premiação: 2002
Vencedor: Aldo Miletto – “Sudário de Ardente Calvário”
Menção Honrosa: Sérgio Perazzo – “Cautela”
Menção Honrosa: José Jucovsky – “Alvorada verde-amarela”

6º Concurso – Ano da premiação: 2003
Vencedor: Luiz Jorge Ferreira – “Exílio”
Menção Honrosa: Sérgio Perazzo – “Bem-me-quer”
Menção Honrosa: Marcos Roberto dos Santos Ramasco – “Batalhas do dia”

7º Concurso – Ano da premiação: 2004
Vencedor:  Marcos Roberto dos Santos Ramasco – “Antes só”
Menção Honrosa: Sérgio Perazzo – “Maria Fumaça”
Menção Honrosa: Karin Schmidt Rodrigues Massaro – “Grande”

8º Concurso – Ano da premiação: 2005
Vencedor:  Sérgio Perazzo – “A fadista nua”
Menção Honrosa: José Jucovsky – “O índio em cósmica jornada”
Menção Honrosa: José Carlos Gonzales – “Quase tudo mudou”

9º Concurso – Ano da premiação: 2006
Vencedor: Sérgio Perazzo – “Filhos de Ninguém”
Menção Honrosa: Alcione Alcântara Gonçalves – “O espelho quebrado”
Menção Honrosa: Geováh Paulo da Cruz – “O vírus”

10º Concurso – Ano da premiação: 2007
Vencedor: José Jucovsky – “Bahia de Todos os Santos”
Menção Honrosa: Aldo Miletto (in memoriam) – “Agradecimento”
Menção Honrosa: Geováh Paulo da Cruz – “Ah, vou!”


(Excepcionalmente em 2008 não houve apuração/premiação para poesias)

11º Concurso – Ano da premiação: 2009
Vencedor: Geovah Paulo da Cruz - "Cio no Frio"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Relatividade"
Menção Honrosa: Sérgio Perazzo - "O Mar Sou Eu"

12º Concurso – Ano da premiação: 2010
Vencedor: Márcia Etelli Coelho - "São Tantos Franciscos"
Menção Honrosa: Grazielly Martins Peixoto de Oliveira - "Confidência"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Conspiração do Desejo"

13º Concurso – Ano da premiação: 2011

Vencedor: José Jucovsky - "Miragem Triunfal"
Menção Honrosa: Hildette Rangel Enger - "Devaneios"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Procelas"


14º Concurso – Ano da premiação: 2012
Vencedor: Geovah Paulo da Cruz - "Vontade de falar um palavrão"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Riqueza"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Renascendo"


15º Concurso – Ano da premiação: 2013
Vencedor: Márcia Etelli Coelho - "Sapiências"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "No escuro toucador da noite"
Menção Honrosa: Luiz Jorge Ferreira - "Tosca"

16º Concurso – Ano da premiação: 2014

Vencedor: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Arte"
Menção Honrosa: Luiz Jorge Ferreira - "Indagação, Ausente, Conflito"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Amurada"

17º Concurso – Ano da premiação: 2015

Vencedor: Márcia Etelli Coelho - "Imortais"
Menção Honrosa: Márcia Etelli Coelho - "Porque tudo é amor"
Menção Honrosa: Sérgio Perazzo - "Lágrimas, risos, oferendas".

18º Concurso – Ano da premiação: 2016

Vencedor: Márcia Etelli Coelho - "Resiliência"
Menção Honrosa: Josyanne Rita de Arruda Franco - "Calendas"
Menção Honrosa: Márcia Etelli Coelho - "Vespertino".

19º Concurso – Ano da premiação: 2017

Vencedor: Marcos Gimenes Salun - "Sombras"
Menção Honrosa: Luiz Jorge Ferreira - "Rio Seco"
Menção Honrosa: Sérgio Perazzo - "No rádio do carro".



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...